=Perdão=



Perdoe-me seu eu ligar de madrugada
E pra justificar o meu ato insano,
Dizer apenas que foi só um engano
Que sem querer, bati na tecla errada.
.
Perdoe-me se eu te ouvir sem falar nada.
E me mostrar um frágil ser humano,
Sem estrutura a suportar os danos
Que a solidão deixa n'alma calada.
.
Perdoe-me pela loucura que há em mim
Por não aceitar de forma alguma o fim
E crer que possa haver uma solução.
.
Algo que ainda venha unir a gente.
Enquanto isso ligo infinitamente
Mesmo que seja pra pedir perdão .
.
(Jenario de Fátima )